Uni-ANHANGUERA



Acadêmicos do 8º período do Curso de Farmácia participam de Visita Técnica à Unidade CEBROM - Medicina Oncológica, no St. Universitário. Os Alunos foram recebidos pela Gerente Farmacêutica, Marina Resende, quem lhes apresenta toda estrutura da unidade, dando ênfase ao papel do farmacêutico hospitalar, que atua na área de Oncologia.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Verificou-se que o farmacêutico tem um papel importante no tratamento do paciente, executando algumas funções como por exemplo na dispensação de medicamentos, de forma segura e oportuna; responsabilização por todo o ciclo do medicamento, desde sua seleção (ativos e fornecedores), armazenamento, controle, até o seu uso pelo paciente; desenvolve ainda, atividades ligadas ao preparo das medicações, diluições dos medicamentos, armazenamento, controle, dispensação e distribuição de medicamentos e materiais médico-hospitalares. O farmacêutico hospitalar é o profissional responsável por todo o fluxo do medicamento dentro da unidade de saúde e pela orientação aos pacientes internos e ambulatoriais, buscando cooperar na eficácia do tratamento e na redução dos custos. Além de realizar a organização e gestão este profissional é responsável também pela administração e seleção de medicamentos (padronização), a aquisição e a logística sistemática de distribuição de medicamentos e correlatos. No CEBROM, o farmacêutico precisa participar do controle de infecção hospitalar, bem como do gerenciamento de resíduos. Deve também dar suporte nutricional e quimioterápico, realizar o desenvolvimento farmacotécnico hospitalar, o controle de qualidade, a farmácia clínica, a farmacovigilância e os ensaios clínicos