Uni-ANHANGUERA



Os estudantes Ana Luiza Alves Rosado, Geovanna Rodrigues dos Santos, Lara Moreira Rezende Gondim e Thiago Junior Felício Silva sob a supervisão do Docente Dr. Hugo Delleon da Silva desenvolveram um projeto de aconselhamento genético cujo foco foi esclarecer sobre as doenças genéticas mais frequentes para determinadas raças de cães e quais seriam as intervenções mais assertivas quando em campo. Inicialmente foi confeccionado diferentes meios de divulgação, dentre eles o E-mail: geneticauni2019@gmail.com e o perfil no Instagram: geneticauni nos quais, além das características das doenças, também os mecanismos genéticos básicos relacionados com a doença em questão. Posteriormente os estudantes realizarem palestras sobre maus tratos dos animais cuidados com os animais, direcionadas às crianças previamente selecionados pela ONG SETE (Sociedade Espírita Trabalho e Esperança) que assiste à Comunidade Carente da região noroeste da cidade de Goiânia. Os estudantes do Uni-Anhanguera desenvolveram também uma ficha de atendimento clínico e realizaram consulta de triagem aos cães que foram levados pelas crianças. É notório que as ações desenvolvidas foram de grande impacto junto à comunidade interna (estudantes do curso de medicina veterinária) e externa. Essas práticas, desde o primeiro semestre são muito bem quistas junto aos alunos, ademais estimula promoção de competências e habilidades. O trabalho, com cunho assistencialista, também estimula junto aos graduandos uma maior consciência social, mostrando que o papel do médico veterinário não somente se restringe ao cuidado da saúde animal, mas também está intimamente relacionado com a saúde ambiental e humana. Ademais, com essas ações intervencionistas e visitas a Instituição Uni-Anhanguera é promovida junto à Sociedade e seguimentos especializados.

Este slideshow necessita de JavaScript.